Rádio Cidade GOSPEL

14/02/2018

Israel vai retirar minas terrestres do lugar onde Jesus foi batizado

O Ministério da Defesa de Israel anunciou que vai retomar o projeto para retirada das minas terrestres ao longo do rio Jordão. A iniciativa é da ONG HALO Trust internacional, que prevê o início das atividades em abril
Um local muito antigo, perto de Jericó, onde os cristãos acreditam que Jesus foi batizado, estava virtualmente abandonado por causa das minas colocadas na região na guerra de 1967.
Conhecido por Qasr al-Yahud, o lugar é usado pelos ortodoxos para batismos. Fica bem distante de Yardenit, situado ao lado do Mar da Galileia, comumente usado por católicos e evangélicos para esse tipo de cerimônias.
No passado, Qasr al-Yahud era um popular ponto de peregrinação, mas Israel bloqueou o acesso e o transformou em uma zona militar fechada por causa da adjacente fronteira com a Jordânia. Eles temiam que as igrejas fossem usadas pelos soldados inimigos como pontos de lançamento de ataques. O rio Jordão tem apenas alguns metros de largura ali, podendo ser facilmente atravessado.
Além de precisar negociar com a Autoridade Palestina, também foram procurados representantes das denominações cristãs que são proprietárias dos terrenos no complexo.  A maioria dos templos foram construídas na década de 1930, durante o período do mandato britânico.
A HALO Trust levantou quase US $ 1 milhão para cobrir os custos da retirada das minas, de um custo total calculado em cerca de US $ 4 milhões. O Ministério da Defesa também irá cobrir parte dos fundos.
James Cowan, diretor da HALO Trust, comemorou: “A chance de limparmos as minas este local histórico terá grande impacto na área, pois permitirá que as pessoas de fé voltem a utilizar essas igrejas”.

09/02/2018

Vem aí a nova loja do Rei das Mangueiras em Itumbiara

Com o objetivo de melhor atender cada vez melhor aos seus
clientes, com mais agilidade, amplo espaço e maior comodidade,
o Rei das Mangueiras estará a partir da próxima quarta-feira 14 de fevereiro
atendendo em sua nova e moderna loja localizada na avenida Modesto de
Carvalho 13, Bairro Santos Dumont Itumbiara Goiás. (próximo ao Parque 
de Exposições). Os telefones e endereços eletrônicos continuam os mesmos.
Desde já, diretores, colaboradores e parceiros agradecem
a todos pela preferência!








18/01/2018

Maduro exige punição para líderes religiosos que oraram contra corrupção de seu governo


O regime comunista sul-americano, mais conhecido como bolivarianismo, não está coibindo a livre expressão religiosa apenas na Bolívia. O ditador venezuelano Nicolás Maduro está pedindo a punição de líderes religiosos que fizeram orações em público contra a corrupção do regime chavista.  Em missa realizada no último domingo (14), Víctor Hugo Basabe, bispo de San Felipe, no Estado de Yaracuy, rezou para a Venezuela fosse livre “da peste da corrupção política que conduziu o país à ruína moral, econômica e social”. No mesmo dia, Antonio López Castillo, arcebispo de Barquisimeto, no Estado de Lara, pediu aos céus que os venezuelanos fossem livres da fome e da corrupção. “Não acreditamos na miséria. Já chega de fome”, declarou ele.
O material foi postado na internet e é possível ver que nos dois casos, foram aplaudidos pelos fiéis. O presidente Maduro classificou as declarações como “ataques ao regime” e exigiu que a Justiça, o Ministério Público, a Controladoria-Geral e a Defensoria do Povo investigassem. Com tudo na Venezuela está debaixo do seu regime, certamente alguma punição deve ocorrer. “[Basabe] chamou o povo chavista de peste, deveriam ver […] se as palavras ditas por alguns desses personagens não correspondem a verdadeiros delitos de ódio, que pretendem gerar enfrentamentos”, discursou na TV.  Curiosamente, Maduro apelou para um discurso religioso, dizendo que os venezuelanos são cristãos e “não acreditamos em intermediários. Menos ainda nesses diabos de batina. Amamos ao nosso Deus criador e o Senhor Jesus”. Reclamou que agora esse “diabo de batina” [o bispo]  veio “incitar o enfrentamento entre venezuelanos.”
https://twitter.com/i/videos/953011428264415234?

1/4 dos “ateus ou agnósticos” recorrem à oração quando enfrentam uma crise, mostra pesquisa inglesa


O estudo é controverso, mas está chamando atenção no Reino Unido. A frequência às igrejas vem declinando constantemente no país. De 6,5 milhões caiu para pouco mais de 3 milhões entre 1980 e 2015.  Para entender o quanto isso afeta a religiosidade, a ONG beneficente Tearfund encomendou uma pesquisa, que foi realizada pelo Instituto ComRes. Ficou constatado que mais da metade (51%) de todos os adultos fazem orações regularmente, embora apenas um em cada três ore em um local de culto. Um terço das pessoas ora logo que acorda ou antes de ir dormir. Entre os pedidos mais comuns estão proteção para a família (71%). Já 42% das orações são de agradecimento a Deus, e outros 40% pedem por alguma cura (ou motivos de saúde). Questões globais como pobreza ou desastres são motivos de intercessão para 24%. 
Apenas metade das pessoas (49%) que oram acham que Deus as ouve, enquanto 36% “não têm certeza”. Ao mesmo tempo,  40% dos entrevistados afirmam ter convicção que “a oração muda o mundo”; um número similar diz que isso as faz sentir melhor.  Curiosamente, um em cada quatro não crentes, que se identificam como “ateus ou agnósticos” faz orações quando enfrenta crises pessoais, embora digam que isso não os torna “religiosos”. Para essas pessoas, a prece lhes traz algum tipo de conforto ou faz com se sintam “menos solitários’. “Não devemos nos surpreender com essas descobertas recentes, que refletem o anseio humano pelo mistério e o amor de Deus em meio a experiências do cotidiano”, disse Rachel Treweek, bispa de Gloucester.
A capelã Isabelle Hamley afirma que a oração é “principalmente uma linha de comunicação com Deus, que nos permite pensar, refletir e entregar nossas preocupações”. Com informações de Daily Mail.

16/01/2018

OUÇA E ASSISTA O PROGRAMA “BOM DIA CIDADE”

De segunda a sexta-feira das 08h30 às 11h, o radialista Juliano Morais está na Rádio Cidade Gospel, apresentando o programa BOM DIA CIDADE. Musicas, informações, entrevistas e muitos brindes.




Você acompanhe pela web pelo blog-site http://webradiocidadeiub.blogspot.com.br/ e pode acompanhar também pela nossa live no facebook.com/radiocidadeiubgospel/
Participação pelos whatsapp: (64) 99251-0904

Prefeitura apresenta novo quadro de Secretários


A Prefeitura de Itumbiara anunciou na manhã desta terça-feira, 16, em coletiva de imprensa realizada no Palácio 12 de Outubro, o resultado da primeira reforma administrativa promovida pelo prefeito Zé Antônio em sua gestão. Tendo a união como lema de seu governo, o Prefeito fez questão de aliar perfis técnicos e políticos, a fim de obter um resultado ainda mais positivo, focando sempre o bem-estar coletivo.
Representando o chefe do Executivo Municipal, o secretário de Governo, Claílton Pacífico (Cacá), iniciou a coletiva anunciando a mudança no Departamento de Comunicação, que passa a ser comandado pelo publicitário e empresário Jorge Abdala.
Conforme destacou o Secretário, os critérios do Prefeito foi buscar perfis que consigam somar ainda mais ao governo, independentemente de partido político, já que para ele não existe oposição quando o objetivo é a união de forças em prol de melhorias públicas.  “O propósito do governo Zé Antônio é imprimir ainda mais dinamismo à gestão, através da promoção do diálogo, contando sempre com a competência dos parceiros, na busca por resultados cada vez melhores na promoção de mais qualidade de vida da população,” destacou.
O diretor de comunicação Jorge Abdala falou da honra com que recebeu o convite do Prefeito para assumir o importante desafio de intermediar o diálogo entre o governo e a imprensa, trabalhando com ética e responsabilidade, buscando cada vez mais o profissionalismo no sentido de dar continuidade ao trabalho iniciado. “Queremos contribuir para o sucesso do projeto de governo do Prefeito, ouvindo a comunidade através dos meios de comunicação e nos relacionando da melhor forma possível com todos os colegas da imprensa,” ressaltou o novo diretor do Decom.
As mudanças ocorreram nas Secretarias de Ação Urbana, que passa a ser comandada pelo empresário Marcelo do Sacolão; de Finanças, que tem como novo líder o Henrique Borges (ex-diretor de Posturas); de Planejamento, que agora é comandada pelo engenheiro civil Esio Davi de Lima; de Esporte e Lazer que estará sob o comando de Alessandro Rafael de Oliveira, além do Departamento de Compras, que passa a ser dirigido pelo Secretário de Convênios, Paulo Raulino e da SMT, que tem como novo superintendente, o ex-diretor de transporte da Saúde, Dênio Servato.
Ao final do encontro, Cacá e Jorge atenderam à imprensa e colocaram o governo à disposição de todos.  
Confira abaixo o novo quadro da equipe de Governo:

Claílton Pacífico
Secretário Municipal de Governo

Adriano Martins Lopes
Secretário Municipal de Administração

Rafael Rocha
Secretário Municipal de Saúde

Cristiane Martins Cotrim
Secretária Municipal de Controle Interno

Carlos Henrique Borges
Secretário Municipal de Finanças

Simone Ferreira Borges Araújo
Secretária Municipal da Educação

Marcelo Oliveira
Secretário Municipal de Ação Urbana

Esio David de Lima
Secretário Municipal de Planejamento

Paulo Raulino
Secretário Municipal de Convênios e Departamento de Compras

José Armando Sanches Mendonça
Secretário Municipal de Obras

Luciana Goulart
Secretária Municipal de Turismo

Alessandro Rafael de Oliveira
Secretário Municipal de Esporte e Lazer

Mauro Luís Vieira de Oliveira
Procurador Geral do Município

Dênio Servato
Superintendente Municipal de Trânsito

José Márcio Margonari
Presidente da Agência Municipal do Meio Ambiente – AMMAI

Adauto Borges de Oliveira
Superintendente de Proteção e Defesa do Consumidor – PROCON

Maristela Gouveia
Secretária Municipal de Cultura / FUNSOL

Jorge Abdala
DECOM


Decom – Prefeitura de Itumbiara

09/12/2017

Governo brasileiro não apoia decisão dos EUA sobre Jerusalém


Jerusalém, e sua condição de capital de Israel, ocupa a pauta global do momento. Um dia após o presidente Donald Trump fazer valer a lei aprovada pelo Congresso de seu país e mudar o status da cidade, anunciando a mudança da embaixada para lá, o governo brasileiro se pronunciou.
A nota oficial publicada no site do Itamaraty diz que o entendimento do governo brasileiro é que “o status final da cidade de Jerusalém deverá ser definido em negociações que assegurem o estabelecimento de dois estados vivendo em paz e segurança dentro de fronteiras internacionalmente reconhecidas”. A opção de Temer é seguir as resoluções do Conselho de Segurança das Nações Unidas, e defende que “as fronteiras entre os dois estados deverão ser definidas em negociações diretas entre as partes tendo por base a linha de junho de 1967”.
Isso equivale a dizer que o Brasil é favorável à divisão de Jerusalém em duas, ficando a porção oriental como capital de um futuro Estado palestino. A nota lembra ainda que “O Brasil mantém relações diplomáticas com Israel desde 1949 e reconheceu o Estado da Palestina em 2010”.
Na balança diplomática, a relação com os palestinos é mais valorizada. Isso já era evidente nas votações na UNESCO e na ONU, onde o país se alinhou com os países muçulmanos e aprovou dezenas de resoluções em desfavor de Israel. Uma das mais recentes “desautoriza os laços israelenses com Jerusalém”. O placar da aprovação dessa proposta foi de 151 votos favor e seis contra, com nove abstenções.
O Ministério das Relações Exteriores, ainda sob a batuta de Aloysio Nunes, vai na direção contrária do presidente Donald Trump. Os motivos para o Brasil continuar com a mesma política dos últimos 13 anos não são claros.
O Partido dos Trabalhadores doou dinheiro de impostos para o grupo terrorista palestino Hamas, declarou o reconhecimento da Palestina como nação independente, e cedeu terreno para a construção de sua embaixada em Brasília – a única do tipo fora do Oriente Médio na época.
A comunidade internacional, em grande parte, ainda debate como vai lidar com Israel a partir de agora. O primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu convidou as outras nações para que sigam o exemplo dos EUA. Até o momento, apenas as Filipinas e a República Checa fizeram essa opção. Em abril, a Rússia já havia anunciado o reconhecimento de Jerusalém ocidental como capital de Israel, mas ao mesmo tempo defendeu Jerusalém Oriental como a capital de um futuro estado da Palestina.
O Conselho de Segurança da ONU irá se reunir para debater o assunto nesta sexta-feira (8), enquanto o presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, mobilizará todos os países muçulmanos em uma cúpula dia 13, em Istambul.

"Polêmica" Candomblecistas promovem ato em solidariedade a Kleber Lucas

O pastor e cantor Kleber Lucas já era uma figura controversa dentro do meio evangélico por ter se casado três vezes. Intérprete de músicas que fizeram muito sucesso, ele ultimamente acabou se envolvendo em uma grande polêmica após ter participado de um evento no terreiro de candomblé da mãe de santo Conceição d`Lissá, na Baixada Fluminense.
Ele e outros líderes evangélicos progressistas levaram uma oferta de 12 mil reais para a reconstrução do barracão Kwe Cejá Gbé, que foi vítima de um incêndio em 2014. Também cantou com os músicos do terreiro, acompanhado pelos atabaques.
O caso ganhou grande repercussão também por que a sua postura pública tem sido mais focada em falar sobre racismo que do evangelho. Manteve o discurso, inclusive, quando participou de um programa na rede Globo, onde chamou uma candomblecista de “irmã”.
A enxurrada de críticas que ele recebeu nas redes sociais foi classificada por seus apoiadores como demonstrações de “racismo” e “intolerância”. Até o momento ele não se posicionou claramente sobre o assunto, mas em entrevista reclamou que a teologia brasileira é “racista”.
Quando usou as redes sociais, foi para transmitir mensagens como “Deus não é cristão” e desabafar com frases como “Não há nada mais demoníaco do que o mal chancelado pela religião!”.
Rejeitado por parte do público evangélico, ele será o centro de um “encontro de   solidariedade” nessa segunda, 11 de dezembro, no Salão Nobre do IFCS – UFRJ, no Rio de Janeiro. A convocação, segundo o material de divulgação é “para religiosos de matriz africana​, bem como agnósticos, ateus, intelectuais, artistas e toda sociedade para dar um basta à Intolerância Religiosa e ao Racismo”.
No convite que chegou à redação do Gospel Prime, há uma citação do próprio Kleber Lucas: “A religião é a busca de cada ser humano pelo sagrado e o sentido da vida e isso precisa ser respeitado. Não faz nenhum sentido alguém que se diz religioso e não melhora sua relação com o seu próximo”.
Essa nova fase do cantor, cujas palavras mais usadas parecem ser “religião, racismo e respeito”, causa estranheza para quem se acostumou vê-lo entoar hinos que falavam de “Jesus, Igreja e da cruz”.

24/11/2017

Yudi Tamashiro se converte ao Evangelho, é batizado nas águas e compartilha decisão nas redes sociais


Yudi Tamashiro ficou nacionalmente conhecido por ser o par de Priscilla Alcantara na apresentação do programa infantil Bom Dia & Cia, do SBT. Agora, o apresentador é um convertido ao Evangelho que foi batizado nas águas no último sábado, 18 de novembro, na filial da Bola de Neve Church em Alphaville, Barueri (SP).
O jovem, que tenta fazer deslanchar sua carreira de cantor, usou as redes sociais para compartilhar a notícia de sua decisão em se entregar a Jesus Cristo e descer às águas. “Quem crer em for batizado será salvo”, escreveu Yudi Tamashiro na legenda das fotos publicadas no Twitter.
De acordo com informações do portal Metrópoles, Yudi tem contrato com a Record TV. Sua chegada à emissora se deu após sua participação no programa Dancing Brasil, apresentado por Xuxa, onde ele venceu a segunda edição da competição.
Na época em que era apresentador do Bom Dia & Cia, Yudi ficou conhecido por sempre torcer para que os telespectadores que participavam das gincanas ganhassem o videogame Playstation. Por esse motivo, até hoje, muitos nas redes sociais se referem ao jovem apresentador como “Yudi Playstation”.
Sua colega de serviço na época do SBT, Pricilla Alcantara, cresceu como um “cantora-mirim” no meio evangélico, e depois de sair do ar na emissora de Silvio Santos, resolveu se dedicar à carreira na música gospel, tornando-se um ícone para milhões de jovens no Brasil inteiro, chamando atenção em certas ocasiões por declarações polêmicas do ponto de vista teológico.


Pastor e cantor gospel Shawn Jones morre no palco enquanto cantava “Digno Ele é”


O pastor Shawn Jones, 32 anos, faleceu no último sábado, 18 de novembro, durante um evento na cidade de Pensacola, Flórida (EUA), enquanto cantava a canção Worthy Is He (“Digno Ele É, em tradução do inglês). Ele sentiu-se mal, sentou-se e em seguida caiu sem vida. Jones, que adotava o estilo de apresentação de Kirk Franklin, sempre acompanhado de um time de backing vocals e com letras de exaltação a Deus, era pastor da New Thing Empowerment Church e deixou esposa e três filhos.
A apresentação do último sábado aconteceu na casa de espetáculos The Event Center, que acomodou o evento voltado ao público cristão. No YouTube, há vídeos de duas canções que Jones cantou antes de se sentir mal e falecer. De acordo com informações do portal The Christian Post, o gerente da casa de espetáculos comentou que o cantor não dava sinais de estar se sentindo mal: “A apresentação de Jones e sua banda estava ótima. Foi a primeira vez que ele se apresentou lá e o público estava curtindo”, disse Kenneth Woodson. Quando estava cantando Worthy Is He, Jones deu sinais de que estava se sentindo mal. “Ele tomou um pouco de água, depois tomou mais água, se sentou e desmaiou. Todos entraram em choque”, disse o gerente.
Alguns médicos que estavam na plateia correram ao palco para prestar os primeiros-socorros, e tentaram reanimá-lo enquanto outras pessoas ligavam para a emergência pedindo uma ambulância, mas ao chegarem ao local, os paramédicos constataram que ele tinha falecido.
A família não quis emitir declarações a respeito do episódio, mas amigos do cantor e pastor postaram homenagens à sua memória e disseram que ele havia sofrido um ataque cardíaco.